Results (1 - 1) of 1

A INDIA PORTUGUEZA.

LOPES MENDES (António)

Used

Quantity Available: 1

From: Livraria Castro e Silva (Lisboa, LX, Portugal)

Bookseller Rating: 5-star rating

Add Book to Shopping Basket
Price: US$ 396.77
Convert Currency
Shipping: US$ 29.53
From Portugal to U.S.A.

Destination, Rates & Speeds

Item Description: Breve descripção das Possessões Portuguezas na Asia. Dividida em dois volumes. Illustrados com 382 gravuras e 7 mappas. Por? Agronomo, socio da Sociedade de Geographia de Lisboa, da real sociedade Asiatica (secção de Bombay), da sociedade geographica Argentina, da real associção de agricultura portugueza, e antigo deputado da nação pelo circulo de Mapuçá, Damão e Diu, etc. [Obra] publicada por ordem do Ministério da Marinha. [Edição da] Sociedade de Geographia de Lisboa. Imprensa Nacional. Lisboa. 1886. De 22x15 cm. Com xxvii-281 e xii-313 pags. Encadernações recentes com lombadas em pele. Profusamente ilustrado e com mapas geográficos em extra texto coordenadas pelo próprio autor e litografadas na Imprensa Nacional em 1865, 1870 e 1871. Gravura do autor em corpo inteiro na página de anterrosto. Gravura alegórica da Sociedade de Geografia de Lisboa no final do segundo volume, indicando o futuro império luso-africano. Gravuras assinadas pelo próprio autor e por Pastor, Nenton, R. Christino, Alberto, Cazellas e outros. As gravuras reproduzem palácios, templos, residências particulares, a reunião da assembleias dos governos locais, os costumes e os dignatários locais, a flora local, a iconografia e os deuses do panteão indiano. A obra enquadra-se na divulgação das explorações cientificas coloniais patrocinadas pelo governo português e pela Sociedade de Geografia. Inocêncio XX, 373 ?Antonio Lopes Mendes era natural de traz-os-montes, nasceu em 1834. Cursou os preparatórios no liceu de Vila Real, seguiu outros estudos superiores na Escola Politécnica do Porto e depois veio matricular-se em Lisboa no Instituto Agrícola, onde obteve o diploma de médico-veterinário-lavrador. Serviu por algum tempo como ajudante do professor de desenho do mesmo instituto. Em 1857 foi nomeado adjunto á comissão dos estudos agrícolas no continente e em Outubro 1859 recebeu a nomeação de administrador da coudelaria do Crato. Em 1862 assinou contrato no Conselho Ultramarino, para exercer as funções de veterinário-lavrador no Estado da Índia, para onde partiu a 11 de Agosto do mesmo ano, seguindo viagem pelo Mediterrâneo, e aportou a Goa em 1 de Outubro. Além dos trabalhos inerentes á sua profissão desempenhava muito bem, como se verá, diferentes comissões de serviço público do que faço menção á vista da exposição endereçada ao governo da metrópole em 1867, reclamando para que, quando atingisse os 16 anos de serviço do ultramar, lhe fosse concedida a graduação de capitão para gozar a reforma no posto imediato. Eis o que consta dessa exposição: em Outubro 1862 encarregado de inspeccionar, com um membro da Junta de Saúde, o trigo que as padarias consumiam no fabrico do pão para o consumo dos habitantes. Em Janeiro 1863 foi nomeado para a comissão incumbida do estudo das florestas nacionais da Índia Portuguesa e redigir o regulamento florestal em harmonia com as necessidades do país. Em Fevereiro 1865 foi nomeado vogal da comissão encarregada de coligir e coordenar os produtos agrícolas e industriais para serem enviados á exposição internacional de Paris; em Março 1865 foi nomeado vogal da comissão encarregada da demarcação dos terrenos de Satary, que tinham sido arrendados a colonos estrangeiros; em Dezembro 1865 recebeu o processo de aforamento pedido por Diogo Bernardo de Saldanha e outros, para informar, depois de pessoalmente examinar o terreno situado em Massaim de Bardez, se esse terreno podia ser concedido para construção de casas. Em Dezembro do mesmo ano foi encarregado, finalmente, da administração da 2.ª divisão e da presidência da comissão da demarcação dos terrenos de Satary, durante o impedimento do respectivo administrador fiscal. Além das comissões mencionadas Lopes Mendes desempenhou outras por encargo das autoridades civis e judiciais, com acceitação do governo geral e applauso das respectivas auctoridades e dos particulares, quando chamado para exercer a clínica veterinária, sem que recebesse remuneração alguma pelo seu trabalho médico. Foi. Bookseller Inventory # 1010JC277

More Information About This Seller | Ask Bookseller a Question 1.

Condition

Binding

Collectible Attributes

  • First Edition
  • Signed Copy
  • Dust Jacket
  • Seller-Supplied Images
  • Not Printed On Demand

Bookseller Location

  • All Locations

Bookseller Rating

Results (1 - 1) of 1